Vacinas contra a COVID-19

Coronavirus test

A UE é responsável por garantir que o público na UE/EEE tenha acesso a vacinas seguras e eficazes. A Comissão Europeia autorizou a primeira vacina contra a COVID-19 em 21 de dezembro de 2020, após uma avaliação pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e uma consulta aos Estados-Membros da UE.

Como funcionam as vacinas contra a COVID-19

As vacinas contra a COVID-19 previnem a COVID-19, desencadeando uma resposta imunitária.

A maior parte das vacinas contra a COVID-19 desencadeiam essas respostas imunitárias a um minúsculo fragmento do SARS-CoV-2. O SARS-CoV-2 é o vírus que provoca a COVID-19.

Se uma pessoa que recebeu uma vacina contra a COVID-19 for posteriormente infetada pelo vírus, o sistema imunitário reconhece o vírus.

Já estando preparado para atacar o vírus, o sistema imunitário da pessoa vacinada é capaz de a proteger da COVID-19.

Consultar mais informações sobre Como funcionam as vacinas.

 

Desenvolvimento e aprovação das vacinas contra a COVID-19

As vacinas contra a COVID-19 são desenvolvidas seguindo os mesmos requisitos legais em matéria de qualidade, segurança e eficácia que se aplicam a todas as outras vacinas.

À semelhança de todas as vacinas, os efeitos das vacinas contra a COVID-19 são testados em primeiro lugar no laboratório, incluindo em animais, e depois em voluntários humanos.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) avalia as vacinas contra a COVID-19 segundo as mesmas normas elevadas que são aplicáveis a todas as outras vacinas antes de poderem ser autorizadas para utilização. Leia mais sobre a Aprovação de vacinas na União Europeia..

A diferença das vacinas contra a COVID-19 é que o seu desenvolvimento e aprovação estão a ocorrer muito mais rapidamente, em resposta à emergência de saúde pública causada pelo vírus.

A EMA avalia, no mais curto prazo possível, candidaturas de elevada qualidade apresentadas por empresas que estão a desenvolver vacinas contra a COVID-19, assegurando, ao mesmo tempo, a solidez das suas decisões. Fá-lo mediante:

  • o fornecimento de orientações que ajudem os criadores de vacinas contra a COVID-19 a prepararem-se para apresentar um pedido de aprovação;
  • a utilização de procedimentos de análise rápida;
  • a avaliação dos principais dados sobre as vacinas contra a COVID-19 logo que estejam disponíveis.

 

Monitorização da segurança e eficácia das vacinas contra a COVID-19

A UE monitoriza continuamente a segurança e a eficácia das vacinas contra a COVID-19.

A EMA monitoriza os efeitos secundários destas vacinas, tal como faz para todas as vacinas.

Paralelamente, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) controla intensivamente a eficácia das vacinas contra a COVID-19.

Tal permite à UE identificar e avaliar rapidamente novas informações sobre os benefícios e a segurança das vacinas contra a COVID-19, assegurando a célere deteção e gestão de eventuais riscos: consulte Monitorização da segurança das vacinas e notificação de efeitos secundários.

 

Outras informações

 

Vacinas autorizadas na União Europeia

Conteúdo relacionado