Sub-pages

O que é o sarampo?

O sarampo é uma doença viral altamente contagiosa que pode ser contraída em qualquer idade e que se pode propagar em grande escala. Trata-se de uma doença grave que pode provocar complicações e até a morte.

Symptoms of measles

Quais são os sintomas do sarampo?

Os sintomas do sarampo surgem geralmente 10-12 dias após a infeção:

  • os primeiros sintomas assemelham-se aos de uma constipação e consistem em corrimento nasal, tosse e febre ligeira;
  • os olhos ficam vermelhos e sensíveis à luz;
  • entre o terceiro e o sétimo dias, a febre pode chegar aos 41 ⁰C;
  • começam a aparecer erupções de cor avermelhada no rosto, que duram quatro a sete dias e se espalham depois por todo o corpo;
  • também podem surgir pequenos pontos brancos nas gengivas e na parede interior das bochechas.
complication illustration

Quais são as complicações do sarampo?

30 % das crianças e dos adultos infetados pelo sarampo podem sofrer complicações. Essas complicações podem incluir infeções nos ouvidos e diarreia.

A pneumonia é uma complicação potencialmente grave que já causou a morte de pessoas infetadas pelo sarampo. A pneumonia é a causa mais comum de morte relacionada com o sarampo.

A taxa de mortalidade do sarampo é de 1-3 pessoas por 1000 casos e é maior nas crianças com menos de 5 anos de idade e nas pessoas imunocomprometidas.

Cerca de 1 em cada 1000 pessoas infetadas pelo sarampo desenvolve inflamação do tecido cerebral (encefalite), uma complicação que resulta em incapacidade neurológica permanente em aproximadamente um em cada quatro casos.

Muito raramente, a infeção persistente pelo vírus do sarampo pode produzir panencefalite esclerosante subaguda («panencefalite»), uma doença em que os nervos e o tecido cerebral se degeneram progressivamente e cuja ocorrência é mais provável quando a infeção pelo sarampo ocorre numa idade precoce. A panencefalite surge geralmente vários anos após a pessoa ter tido sarampo, observando-se, em média, 7 a 10 anos após a infeção. Os sintomas incluem alterações da personalidade, deterioração mental gradual, espasmos musculares e outros sintomas neuromusculares. Não há cura para a panencefalite e provoca sempre a morte.

woman coughs

Como se propaga o sarampo?

O vírus do sarampo propaga-se por gotículas suspensas no ar produzidas quando a pessoa infetada tosse e espirra. As gotículas com o vírus podem permanecer no ar durante várias horas e o vírus continua infecioso em superfícies contaminadas até duas horas. A pessoa infetada pode transmitir o sarampo antes mesmo de surgirem erupções na pele (geralmente, 4 dias) e durante cerca de 4 dias após o aparecimento das erupções.

O sarampo propaga-se com facilidade entre pessoas não vacinadas. Estima-se que uma pessoa com sarampo possa infetar, em média, entre 12 e 18 pessoas não protegidas.

Quem está em risco de contrair sarampo?

Qualquer pessoa que não esteja vacinada contra o sarampo ou que nunca tenha tido a doença está em risco de contrair sarampo em qualquer idade.

Baby being vaccinated

Como se pode prevenir o sarampo?

A única proteção contra o sarampo é a vacinação. A VASPR (sarampo, papeira e rubéola) é uma vacina combinada que protege contra o sarampo, a papeira e a rubéola. A VASPR é segura e eficaz e tem muito poucos efeitos secundários. Registaram-se casos de reações ligeiras como febre, vermelhidão ou inchaço no local da injeção. Algumas pessoas vacinadas desenvolvem ligeiras erupções cutâneas semelhantes à do sarampo, geralmente 7-14 dias após a vacinação, que desaparecem passados 1-3 dias.

Para proteção máxima, são necessárias duas doses da vacina. Nos países europeus, a primeira dose é administrada entre os 10 e os 18 meses de idade. A segunda dose pode ser administrada um mês ou mais após a primeira dose, de acordo com cada calendário nacional de vacinação.

A VASPR pode ser administrada em idades mais jovens no caso de surto. Os bebés entre os seis e os nove meses de idade que se encontrem numa área - ou estejam prestes a viajar para áreas - com um elevado risco de exposição ao sarampo devem receber uma dose adicional da VASPR. A dose antes dos nove meses de idade é administrada em complemento das duas doses incluídas no programa nacional de vacinação, que se destinam a conferir proteção total.

doctor illustration

Como se trata o sarampo?

Não existe tratamento específico para o sarampo. A maioria das pessoas recupera com tratamento de suporte, que pode incluir hidratação e medicamentos para a febre.

Existem várias medidas para evitar a propagação do sarampo, tais como a quarentena à escola ou ao trabalho, quer para os infetados quer para as pessoas próximas em situação incerta em termos de vacinação.

Os antibióticos não são eficazes contra o sarampo, uma vez que a doença é causada por um vírus. No entanto, usam-se frequentemente antibióticos no tratamento das complicações associadas a infeções bacteriológicas que podem ocorrer devido ao sarampo, tais como pneumonia e infeções nos ouvidos.

 

Para mais informações, consulte o sítio Web do ECDC em: https://www.ecdc.europa.eu/en/measles/facts/factsheet

Nota: As informações contidas nesta ficha informativa destinam-se a informação geral e não dispensam a consulta de um profissional de saúde.

Mais fichas informativas

Gripe

A gripe é uma doença respiratória contagiosa causada pela infeção por um vírus da gripe. Na Europa, a gripe ocorre...

Rubéola

A rubéola é uma infeção viral. Em indivíduos saudáveis, normalmente, é uma doença leve.

Tosse convulsa

A tosse convulsa é uma doença bacteriana altamente contagiosa que compromete os pulmões e as vias aéreas. Também é conhecida como tosse coqueluche ou pertússis.